Nas forças dos ventos, a Teia se coloca a ouvir o chamado das Águas doces e salgadas e, com o objetivo de fortalecer a luta e a resistência das/os Pescadoras/es Quilombolas em defesa do seu território, identidade e modo de vida, bem como pela vida das mulheres tão atacadas na Baia de Todos os Santos e no Recôncavo, realizará a VII Jornada de Agroecologia no Quilombo Conceição, situada no município de Salinas da Margarida, território afro-indígena, entre os dias 28 de janeiro a 02 de fevereiro de 2022. Que as águas de nossas lutas se encontrem nessa Lua Nova para construirmos nossa grande jornada de lutas!

Obs1: Para submeter trabalho você precisa previamente se inscrever na Jornada. Para inscrição na jornada clique aqui.
Obs2: Qualquer dúvida sobre a inscrição precisa ser encaminhada via e-mail para a equipe responsável: trabalhosjornadadeagroecologia@gmail.com

TIPO DE INSCRIÇÃO: COM ENVIO DE TRABALHO

TIPO DE TRABALHO: RESUMO EXPANDIDO E RELATO DE EXPERIÊNCIA E MOSTRA FOTOGRÁFICA/CARTOGRÁFICA

LINK DE INSCRIÇÃO: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScHd96RgsKxKBtxpFk_8lFkVKr7GMUU61cVd9xq4E80iVf–w/viewform

LINK DA VAQUINHA: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/vii-jornada-de-agroecologia-da-bahia

EIXOS TEMÁTICOS:

1- Terra, Território, Água e Mudanças Climáticas

Neste eixo serão aceitos trabalhos que abordem as seguintes temáticas: Água e território. Emergência climática e a crise hídrica. Água e saúde. Aproveitamento da água de chuva. Uso da água em comunidades tradicionais. Água e segurança alimentar. Água e soberania alimentar.

2- Terra, Território, Ancestralidade, Relações Étnico-Raciais e Diversidade Religiosa

Ementa: Neste eixo serão aceitos trabalhos submetidos em diálogo com as seguintes temáticas: ancestralidade e diversidade religiosa; território, ancestralidade e práticas agroecológicas; religiosidade, natureza e conservação; intolerância e racismo religioso; memória, territorialidade e bem viver; racismo ambiental e formas de enfrentamento; políticas e práticas de reparação, reconhecimento e valorização da diversidade étnico-racial; identidade étnico-racial; estratégias de combate ao racismo, etnocentrismo e epistemicídio.

3- Terra, Território, Soberania, Economia Solidária, Tecnologias Sociais, Experiências e Práticas Agroecológicas, Autonomia e Sementes Crioulas

Esse eixo os trabalhos enviados serão aceitos abordando os seguintes temas: soberania alimentar e nutricional; economia solidária e comercialização; associativismo, cooperativismo; tecnologias sociais e agricultura familiar; experimentos, experiências, vivências e práticas agroecológicas; permacultura, sistemas agroflorestais, agricultura sintrópica e agricultura orgânica; plantas medicinais e saberes tradicionais; conhecimentos para autonomia na prática campesina; sementes crioulas e agrobiodiversidade.

4- Terra, Território, Educação, Saúde Popular e a Pandemia Covid 19

Ementa: Neste eixo serão aceitos trabalhos que abordem as seguintes temáticas: Pedagogias do campo, das águas e florestas. Trabalho de base e formação política popular. Fechamento de escolas do campo. Educação e Agroecologia; Experiências, tecnologias e práticas populares de saúde. Plantas e hortas medicinais. Quintais produtivos e farmácias vivas. Fitoterápicos, práticas terapêuticas e conhecimentos tradicionais. Estratégias comunitárias de enfrentamento da Pandemia Covid-19.

5- Terra, Território, Gênero, Mulheres e Juventudes

Ementa: Neste eixo serão aceitos trabalhos nas temáticas: Mulheres e Agroecologia; Movimento de mulheres do campo, das águas e das florestas; Visibilidade do trabalho produtivo das mulheres; Mulheres e organização comunitária; Diversidades sexuais e de gênero no campo e na escola do campo; práticas educativas para diversidade; Juventudes camponesa e as lutas por terra, território e educação;

NORMAS DE SUBMISSÃO:

Serão aceitos para avaliação, apresentação/debate e posterior publicação nos Anais, as seguintes modalidades de trabalhos: Resumos Expandidos entre 4 a 6 páginas, Relatos de Experiências entre 2 e 3 páginas e Relato Cartográfico/fotográfico.

– Resumos expandidos: Introdução, metodologia, resultados e discussão, conclusões/considerações finais, referências. Resumo: (150 a 300 palavras); Palavras-chave: 3 a 5 diferentes do título;

– Relatos: Contexto, desenvolvimento, considerações finais, com ou sem referências bibliográficas;

– Formatação: Arquivo em word, margens esquerda e superior de 3 cm, direita e inferior de 2 cm, fonte times new roman 12, espaçamento de 1,5 entre linhas. Título centralizado em negrito 12 com até 15 palavras (preferencialmente); Autores alinhados à direita (Nome completo, email e filiação institucional ou de comunidade/movimento/organização/coletivo);

– ABNT para citação/referências;

– Títulos de Figuras e/ou tabelas: Descrição detalhada de forma que os leitores entendam por completo sem precisar ler o texto, fonte ou autoria, município, ano;

– Informar o eixo temático no ato de inscrição;

EXPOSIÇÃO COM MOSTRA E PRODUÇÃO DO ATLAS DOS POVOS

– Relatos fotográficos e cartográficos: serão aceitos as seguintes representações cartográficas: mapas comunitários, mapas artesanais, croquis e desenhos de quintais e sistemas produtivos, etnomapas, esboço cartográfico e cartografias sociais.

CRONOGRAMA

– INSCRIÇÕES COM TRABALHOS: ATÉ 15 DE DEZEMBRO DE 2021

– AVALIAÇÃO DOS PARECERISTAS: ATÉ 10 DE JANEIRO DE 2022

– ENVIO DAS VERSÕES FINAIS PELOS AUTOR@S: ATÉ 24 DE JANEIRO DE 2022

LOCAL DE PUBLICAÇÃO: CADERNOS MACAMBIRA (http://revista.lapprudes.net/index.php/CM)

MEMBROS:

HENRIQUE OLIVEIRA DE ANDRADE- IFBA (Coordenação)

ERASTO VIANA SILVA GAMA – IFBAIANO (Coordenação – Revista)

ANA PAULA INÁCIO DIÓRIO –UFRB

EDUARDO ÁLVARES DA SILVA BARCELOS– IFBAIANO

FRANCISCO RAMON ALVES DO NASCIMENTO – UFBA

GISLENE MODEIRA GOMES – UNEB

HUDSON SILVA DOS SANTOS- IFBA

ISABEL DE JESUS SANTOS DOS SANTOS- UFRB

KASSIA AGUIAR NORBERTO RIOS – UFRB

KRISCIA SANTOS ARGOLO– CETEP CHAPA

LUCIO ADERITO DOS ANJOS VEIMROBER – IFBA

MARIA MEDRADO NASCIMENTO – UEFS

SILVANA LUCIA DA SILVA LIMA- UFRB

TEREZINHA GAURI LEITÃO- IFBA

THIAGO LEANDRO DA SILVA DIAS – CETEP/BACIA DO JACUÍPE E UFRB

WILON MAZALA – UFRB

WODIS KLEBER OLIVEIRA ARAUJO- UEFS